sexta-feira, 29 de julho de 2011

Em espírito e em verdade ( PRIMEIRA PARTE)

Bom dia amigos, hoje o estudo vem de um grande ministro de louvor e mui amigo meu, JORJÃO (Ministério Trio), um grande abraço a todos e fiquem a vontade na leitura.
Espontâneo: Voluntário, que se desenvolve sem intervenção humana ou externa. Hoje ouvimos muito no nosso meio essa palavra, em frases como “canto espontâneo”, “musica espontânea”, “adoração espontânea”.
                                 Mas na verdade, o povo de Deus se acomodou e se acostumou a cantar musicas prontas e que muitos vezes são direcionadas a si mesmo, satisfazendo as necessidades próprios. E como uma pregação em forma de canto. Em Colossenses 3.16 encontramos algo para nos orientar: “Cantando com graça em vossos corações ao Senhor com salmos e hinos e cânticos espirituais”. Por muitos e muitos anos cantamos com salmos e hinos, mas temos deixado de lado o cântico espiritual. Os hinos nos encorajam a prosseguir para o alvo, e falam das maravilhas de Deus no céu e na terra, da vitória de Jesus e da derrota do nosso inimigo. A profundidade das letras dos hinos quase não se encontra nas musicas de hoje, era algo poético e sublime, com conteúdo e estrutura impressionantes.
                                 O salmo é um estilo de canto que exalta algum aspecto do caráter de Deus e da sua personalidade. Por muito tempo cantamos salmos maravilhosos, e hinos majestosos, mas o cântico espiritual foi deixado de lado. Não estou dizendo que devemos deixar de cantar hinos e salmos, muito pelo contrario. Devemos somar todas essas coisas de uma forma espontânea.
                                 Nós podemos fazer salmos para o Senhor, de uma forma instantânea, na hora que estamos adorando, deixando brotar do nossos corações o amor acumulado, a admiração que temos pelo nosso Pai celestial, declarando as maravilhas em forma de hino ou versos em rima. Em fim hoje temos uma variedade de instrumentos que nos ajudam a desenvolver a nossa própria adoração.Uma frase que eu gosto de usar quando estou ministrando é: “-Faça seu próprio cântico, adore ao senhor com suas próprias palavras”.  Muitas pessoas ficam olhando como se eu estivesse falando chinês; mas na verdade é porque estão acostumadas a que o ministro as direcione dizendo coisas como: “-Fique em pé, Pode sentar, Bata palmas, -Agora canta isso, agora canta aquilo”.
                                 E o resultado é que o povo só canta automaticamente, e não desenvolve sua própria adoração. Lembre que o “Pai procura adoradores que o adorem em espírito e em verdade” (Jo 4.23).
                                 Nós podemos cantar hinos e salmos de uma forma natural, algo que brota espontaneamente do coração. Muitas vezes o ministro esta cantando algo que nós não estamos vivendo nesse momento.
                                 Se a igreja canta “não importo o que vão pensar de mim”, mas você tem problemas para declarar a sua crença no seu local de trabalho, ou não ora quando vai almoçar em um restaurante por vergonha, ou não prega o evangelho às pessoas na rua por vergonha, simplesmente você esta cantando uma mentira.
                                 Nós podemos cantar a ultima canção da moda de avivamento, e não acontecer nada; mas quando cantamos algo que brota espontaneamente do coração alguma coisa sempre acontece.
                                 Eu tenho alguns cds gravados, mas o meu alvo não é que as igrejas decorem e cantem as musicas automaticamente, mas que elas possam desenvolver a própria adoração incentivando-as a ‘viajar’ dentro da musica, para que possam fluir em um cântico novo.
Deus espera de nós algo mais que canções.
João 4: 20 a 24
20) Nossos antepassados adoraram neste monte, mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde se deve adorar”.
21) Jesus declarou: “Creia em mim, mulher: está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém.
22) Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus.
23) No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura.
24) Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”.

                                 A mulher samaritana estava explicando a Jesus como era o jeito de adorar. E Jesus lhe disse que em outro tempo os judeus adoravam melhor do que os samaritanos, porque adoravam com conhecimento. Mas até isso iria mudar. Porque o Pai estaria se revelando de forma mais profunda a partir de Jesus e posteriormente atraves do Espírito Santo sendo derramado sobre a Igreja.
                                 Então ele disse que o Pai procura adoradores que lhe adorem em espírito e em verdade. Jesus estava mudando todo o conceito de adoração para sempre. Seria como uma criança que faz um desenho para o pai.
                                 O desenho não é bom tecnicamente falando. Mas o pai baba ao recebe-lo e acha esse desenho a melhor obra de arte que já viu.  Quando abrimos nossos corações diante do Pai celestial e nos derrammamois diante Dele, é como se Ele recebesse o melhor que Ele já viu. Ou seria como um cartão postal que enviamos para alguem. Um cartão postal geralmente contém uma foto de um lugar, e mostra a beleza natural de uma cidade ou praia, etc.
                                 Mas se enviamos esse cartão postal sem escrever nada ao verso, o destinatário irá receber apenas uma foto bonita. Vai agradar os olhos dela, mas não vai passar disso.
                                 Mas quando escrevemos algo de nosso coração para o coração dessa pessoa, e ela recebe essas palavras que foram escritas de forma espontânea e genuina, pouco vai importar para ela a beleza da foto, mas o que vai tocar o coração dela são as palavras dedicadas de coração.
CONTINUA...
Jorge Russo

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Pré conceito??!!

 Preconceito (prefixo pré- e conceito) é um "juízo" preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude "discriminatória" perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos". Costuma indicar desconhecimento pejorativo de alguém, ou de um grupo social, ao que lhe é diferente.
O preconceito e o julgamento precipitado e superficial são o tema abordado no texto de Tiago 2, versículos de 1 a 13. O primeiro versículo nos apresenta o principio básico não julgar ou tratar as pessoas com base na aparência ou em algo superficial. Jamais devemos julgar alguém com base na cor da sua pele, em seu cabelo, roupas, formação acadêmica ou posição econômica.
Deus não julga ou condena ninguém pela sua aparência. No Antigo Testamento, o Senhor afirmou ao profeta Samuel: “Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para aparência, mas eu vejo o coração.” (1 Samuel 16,7) Deus que quer todas as pessoas seja salvas, não importa se elas são bonitas ou feias, altas ou baixas, gordas ou magras, ricas ou pobres. A cor da pele ou quantos anos estudaram não são nem um pouco relevantes. Ele só se preocupa com o coração.
O conceito divino imutável é “ame os outros como você ama a você mesmo. Mas se vocês tratam as pessoas pela aparência, estão pecando e a lei os condena como culpados. Porque quem quebra um só mandamento da lei é culpado de quebrar todos”. (VS. 8-10) O ensinamento bíblico mostra que não há coerência em ter Fé e ser preconceituoso. Ambos não combinam, não podem andar juntos.
Aceite, com o amor de Deus, as pessoas como elas são. Não se preocupe com a aparência delas e não use isso para julgá-las. Deus vê o coração das pessoas e Ele quer que todas elas sejam salvas.
“DEUS AMA VOCÊ, mas abomina o PECADO!
“Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. “Não há outro mandamento maior do que estes.” (Marcos 12:30,31)
FIQUEM FIRMES.. E UM GRANDE ABRAÇO...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

VACILÃO!

Bom dia a todos, hoje novamente conto com a presença do nosso amigo Pr. Josué. Analisem a postagem e FIQUEM FIRME!

Que não haja nenhum ‘VACILÃO’, como Esaú, que por uma única refeição vendeu os seus direitos de herança como filho mais velho. Como vocês sabem, posteriormente, quando quis herdar a bênção, foi rejeitado; e não teve como alterar a sua decisão, embora buscasse a bênção com lágrimas” (Hebreus 12.16,17, paráfrase)
  
O termo grego usado pelo escritor de Hebreus para descrever Esaú é “profano” e significa uma pessoa sem noção de valor, que despreza coisas importantes e valoriza coisas insignificantes. Assim, o homem profano é aquele que na gíria popular usada entre os jovens é chamado de VACILÃO! Vamos ver uma características do “VACILÃO”:

O VACILÃO não mede as conseqüências de suas atitudes

Como uma criança, ele age sem pensar e sem avaliar quais serão os resultados práticos de suas palavras ou de suas ações. Você avalia as conseqüências de suas ações, ANTES de praticá-las? Veja algumas áreas onde isso precisa acontecer:
Brincadeiras. Por falta de medir as conseqüências, as brincadeiras do VACILÃO com muita facilidade tornam-se ofensivas e até perigosas. Apelidos pejorativos, trotes e até mesmo o conhecido bullying são algumas das coisas que o VACILÃO chama de “brincadeira”...
Esportes “radicais”. O VACILÃO coloca a sua própria vida e a vida de outras pessoas em risco na prática de atividades que considera como “radicais” ou “adrenalina”. Corridas de carro (chamados “rachas”), manobras de skate e até de bike sem equipamento adequado ou sem o devido treino são alguns exemplos de como atividades agradáveis podem se tornar verdadeiras tragédias quando praticadas pelo VACILÃO!
“Diversão”. Muitos jovens são escravizados pelo álcool e pelas drogas porque consideram a seu uso como uma forma inofensiva de “diversão”. Muitas formas de “diversão” podem ser extremamente perigosas quando não medimos suas conseqüências!
Relacionamentos, especialmente com o sexo oposto. Gravidez indesejada, DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) e até coração partido é o que o VACILÃO experimenta por não mediar as conseqüências na maneira como se relaciona com o sexo oposto. Como Esaú deixa-se seduzir pelo encanto, pelo prazer ou pelos impulsos! Pensa só no que vai ganhar, no prazer e na satisfação que vai experimentar e não pensa no PREÇO QUE TERÁ DE PAGAR!

E então? Você tem agido como VACILÃO? Há alguma área de sua vida (brincadeiras com outros, esportes, diversões ou relacionamentos, entre outras) na qual você não tem medido as conseqüências de suas palavras ou dos seus atos?

Pense sobre isto!

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Psiu! O assunto é pornografia... (Parte final)


Hein?! Pornografia, xiiii, papai vai brigar! Continuando o assunto da pornografia, bem vamos mais profundo um pouco...
O QUE A PALAVRA DE DEUS TEM A NOS DIZER SOBRE ESSE ASSUNTO?
1. A nudez entre o marido e sua esposa não é condenada na Bíblia. Gn 2.24-25
2. O prazer sexual entre o marido e sua esposa não são condenados na Bíblia - Cântico dos Cânticos de Salomão.
3. A Bíblia condena a relação sexual fora dos laços conjugais (Hb 13.4).
4. A Bíblia condena o abuso de crianças (Mt 18.6-10).
5. A Bíblia nos adverte sobre a luxúria e os apetites carnais (1 Co 1.2; Mt 5.27-28; 1 Co 6.15-16).
6. A Bíblia nos aconselha a evitar piadas sujas, linguagem xula, que possa encorajar e descrever qualquer imoralidade sexual (Ef 5.3,4).
7. A Bíblia indica que pornografia pode causar perturbação emocional (2 Pd 2.7-8).
8. A Bíblia nos adverte a evitar qualquer aparência do mal (1 Ts 5.22).
Uma situação que aconteceu nesses dias foi de certa pesquisa pedida por um professor, segue ai um trecho da reportagem.  
“Um trabalho de artes de uma turma da 7ª série do ensino fundamental gerou reclamações dos pais de alunos do Colégio São Vicente de Paulo, em Araucária, Região Metropolitana de Curitiba. A professora teria pedido aos alunos que pesquisassem em casa as diferenças entre pornografia e nudismo na arte”.
Temos sim que vigiar e não permitir que esse assunto fique normalizado e esquecido aos nossos olhos. Não estamos julgando a atitude professora, mas sim alertando que isso pode ficar normal a nossa visão, esses pais não deixaram e você iria deixar isso? Já ouvir falar até de “PORNOGRAFIA CRISTÔ com desculpa para ajudar casais.
O maior antídoto contra pornografia é preencher a mente com pensamentos que sejam limpos e puros: "Finalmente, irmãos, tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for amável tudo o que for puro tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas" (Filipenses 4.8).
Vamos mudar a visão do BRASIL de pais do carnaval ou do sexo fácil, para o país do DEUS VIVO, que MUDA, TRANSFORMA E PERDOA um país que quer fazer a diferença!
Fiquem firmes na ROCHA!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

DANIEL


Bom dia amigos! Espero que todos estejam bem graças ao bom Deus,  hoje pedi um grande amigo e Pastor pra nos trazer uma palavra, e novamente vejo que Deus tem usado bastante ele, espero que vocês tirem proveito desta mensagem abençoada FIQUE FIRME NA ROCHA.

         Uma das características mais marcantes da nossa geração é a INDEFINIÇÃO. A todo o momento novas descobertas, novas informações e novas “tendências” são lançadas sobre nós numa quantidade tão avassaladora e numa velocidade tão frenética que mal conseguimos acompanhar.
Somos incentivados a incluir certo alimento em nossa “dieta saudável” e em seguida o mesmo alimento é alvo de “novos estudos” e taxado como prejudicial. Perto das TVs convencionais, as TVS de LCD eram um sonho de consumo. Agora são ultrapassadas pelas TVs de LED.
Comparados aos desktops, os notebooks eram um sonho de mobilidade e de comodidade. Agora parecem verdadeiros trambolhos perto dos tablets. Assim, sem perceber, ficamos meio que em suspense, esperando a última novidade, a última descoberta, o último lançamento. Evitamos empregar termos como “ideal” e “melhor” com medo de logo depois estarmos desejando alguma outra coisa.
Esta indefinição se reflete também na esfera moral, ética e até mesmo espiritual. Valores que antes eram ensinados agora são proibidos por Lei. A filosofia do “politicamente correto” nos exorta a não considerar nada e nem ninguém como “errado”.
Como podemos servir e agradar a Deus num ambiente de indefinição como este? Como experimentar satisfação ou contentamento se a todo instante nossos apetites e desejos são instigados pela propaganda e pelos anúncios de outdoor? Como viver uma vida de pureza e se nossos hormônios são colocados em ebulição a todo instante pelas imagens, sons e aromas que bombardeiam nossos sentidos?
Entre outras coisas, a história de Daniel na Bíblia nos mostra que É POSSÍVEL vivermos uma vida que agrada a Deus e que não fere os valores e princípios do Seu Reino. Daniel nos mostra que é perfeitamente possível ser jovem e viver dentro de padrões morais elevados mesmo cercados de ofertas sedutoras.
           O rei da Babilônia mandou que um grupo de jovens hebreus fosse levado ao seu palácio. O objetivo era “reeducá-los”, afastando-os o máximo possível de seus valores e cultura e exercitando-os numa nova cultura, com novos valores e outro contexto. Até o nome dos jovens foi alterado! Qual seria a reação daqueles jovens, incluindo Daniel? Como reagiriam ao bombardeio de imagens, sons, sabores que competiriam para afastá-los de Deus e daquilo em que acreditavam? Como reagiriam à exposição aos prazeres da Babilônia? Olha o que a Bíblia diz:
Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se. Ora, Deus concedeu a Daniel misericórdia e compreensão da parte do chefe dos eunucos” (Dn 1.8,9)
 “Resolveu Daniel firmemente...”
         Num ambiente de indefinição, de frouxidão moral e ética, a primeira coisa que temos de fazer é TOMAR UMA POSIÇÃO CLARA. Não é pedir às pessoas para nos poupar, ou pedir a Deus para nos guardar! A primeira coisa é tomar uma FIRME ATITUDE INTERIOR.
 ...Pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se...”
           Quando tomamos uma FIRME ATITUDE INTERIOR, facilmente conquistamos a SIMPATIA e o APOIO das pessoas que nos cercam. Quando chegamos ao ambiente de trabalho, por exemplo, um dos colegas diz: “Pessoal, vamos mudar de assunto...”. E isso sem ironia e sem zombaria, mas por reconhecer, valorizar e respeitar a nossa atitude interior!
 “Deus concedeu a Daniel misericórdia e compreensão da parte do chefe dos eunucos...”
       Quando tomamos uma FIRME ATITUDE INTERIOR, podemos contar com a intervenção sobrenatural de Deus! Ele não nos abandona à nossa própria sorte. Deus sabia que apesar da atitude interior de Daniel, ele precisaria de ajuda para vencer as tentações e as pressões que sofreria no palácio real!
Nós vivemos numa época de indefinições. A todo instante somos bombardeados por imagens, sons e toda sorte de apelo aos nossos sentidos. Num ambiente assim, só conseguimos manter nossos valores e levar uma vida que agrada a Deus se tomarmos em nosso coração uma FIRME RESOLUÇÃO DE NÃO NOS CONTAMINAR!
  Pense nisto!

Na postagem hoje quem fez foi PASTOR JOSUE RIBEIRO - (Pastor Josue e Pastora Leda)

Nossos Encontros!

  • Domingo - Escola de aprendizagem sobre a vida. Na I. Presbiteriana Livre ( apartir das 9h )
  • Domingo - Reunião de Comunhão. Na I. Presbiteriana Livre ( apartir das 19h )
  • Terça-Feira - Culto da Familia - Casa do Presb. Warley (ás 19h)
  • Quinta-Feira - Vamos orar juntos? Na I. Presbiteriana Livre
  • Sexta-Feira - Subida ao Monte às 19h - Ponto final do Moacyr Brotas
  • Sábado - Você é Livre - bate papo descontraido. ( apartir das 17:30hs )
  • * Pode haver trocas nas programações onde serão avisados.
  • ** Onde? Presbiteriana Livre (Centro - Colatina)

Videos interessantes...

Loading...

Agendamento e Contatos:

Warley do Nascimento Pereira e Maria Angelica C. Pereira

Blog: http://jovenslivrescomcristo.blogspot.com.br/

Email: warleype@gmail.com, jovenslivrescomcristo@gmail.com

Tel.:( 27) 99829-4698 (27)99894-4177

Estamos por ai...